Worldschooling: Perfil Cliente

São maioritariamente estrangeiras as famílias que adoptam o Movimento Worldschooling, já que as portuguesas têm tendência a conhecer e explorar outros países primeiro antes de conhecer as ilhas. Com 1, 2 ou mesmo 3 filhos são casais jovens com profissões liberais ou altos cargos, porém com boa disponibilidade de tempo. São calmos, organizados e aparentam levar uma vida simples, porém dispõem de equipamento de outdoor e de transporte de crianças/toddlers de ponta. São muito activos. Planeiam as suas férias com alguma antecedência, de acordo com períodos escolares intercalares, feriados ou férias escolares, deslocando-se por períodos que vão dos 5 aos 20 dias, permanecendo no mesmo local ou não.

Como o planeamento é minucioso conhecem o destino para onde vão e raramente pedem recomendações de locais a visitar, à excepção de pedidos de informação de temas práticos como a localização de um supermercado ou farmácia próximos. Preocupam-se com actividades e locais onde os seus filhos se possam divertir e estar, muito embora os habituem desde cedo a viajar e a explorar a natureza, já que o seu lema é “there is no bad weather, only good or bad clothing”.


Em algumas nacionalidades, porão requisitar muita atenção e apoio, especialmente quando as crianças forem pequenas: sopas, cadeiras altas para sentar as crianças, alguém que aqueça os biberões, uma fralda extra para um “acidente”, etc.


Uma coisa é certa, o perfil Família pós-pandemia habituou-se ao tempo de qualidade, quando não há tempo, (re) aprendeu a conciliar casa-família-trabalho influenciando assim também a sua forma de viajar e as necessidades de sair e conhecer (e dar a conhecer). A vontade de fazer algo significativo juntos, de volta em família viajando em grupos que agregam várias faixas etárias e vontades distintas por isso.


O foco é o tempo de qualidade passado com os filhos e por isso raramente requisitam serviços de baby-sitting, no entanto poderá ser um Add-On para alguns perfis de famílias, em particular quando o alojamento oferece actividades ou locais nocturnos a visitar próximos (serviços de massagens, restaurantes românticos próximos)


Depois há as famílias aventureiras como a que seguimos de perto e com carinho a @WindFamily da Inês Saldanha que viaja de veleiro com os seus filhos e marido. E há, felizmente muitas famílias que decidem celebrar a Família em viagem, entre acções de voluntariado, troca de bens e imóveis por explorar o mundo juntos ou simplesmente retiros e férias com sentido, com mais tempo e propósito não se limitando a ficar num resort com tudo incluído. Procuram ensinar a língua (e aprender) aos filhos, relacionar-se com os locais e fazer amigos (ou mesmo investir numa propriedade), trocam o jardim zoológico pela vida selvagem pura, o resort pelo acampamento ou uma vida de valorização de cada dia de forma diferente.


Por isso a próxima vez que disser "família" não as considere todas iguais ;)

52 visualizações0 comentário