Não é boa pessoa, mas é um bom profissional!


“Expect what you check, don’t expect what you don’t check”

Vamos começar por ser o mais directos e incisivos possíveis: Não há colaboradores para Hotelaria e Restuaração.

Culpa? TODOS! Sem excepção.             

Dos operacionais, definam metas, definam objectivos saiam das suas zonas de conforto, lutem e escolham ser mais e melhor do que são hoje.

Das escolas pelo seu afastamento da realidade hoteleira e por não assegurarem as necessidades de aprendizagem à realidade hoteleira dos dias de hoje.

Aos Encarregados de Educação por passarem a educação básica para os professores, docentes e empregadores.

Aos Hoteleiros por olharem para as suas equipas e verem números e não pessoas.

Mas vamos por partes!

A nossa profissão sempre foi vista como algo irrelevante, supérfulo e sem necessidade de gandes estudos. Era só cozinhar uns pratinhos e fazer com que levassem da cozinha para a mesa. Era só limpar um quarto e deixá-lo como nas fotografias. Era só confirmar o nome e dar a chave do quarto.

Mas se alguém funcionar assim não terá grandes resultados e fechará portas rapidamente.

Tudo começa em casa, e vamos por começar por arrumar a nossa. Precisamos de olhar para os nossos filhos e perguntar-lhes como foi a escola, voltar a contactar os professores, ensinar-lhes regras básicas como por exemplo: higiene, postura e comportamento à mesa, conversar sobre política, economia, desporto, música, cultura, etc; dizer-lhes que o telemóvel não é tudo; ensinar-lhes os conceitos de responsabilidade e honestidade.


A seguir à casa, vem a Escola, e estas precisam de se actualizar e reformular. Os alunos não são os mesmos de há 10 anos, 15 anos, 20 anos….se não são mesmos o que podemos fazer por eles? A multidisciplinaridade deve estar presente no planeamento dos curriculum’s dos cursos Hoteleiros, a polivalência, a flexibilidade e o respeito pelos outros; as escolas devem ter os equipamentos apropriados para a realização das suas aulas técnicas, os professores devem ter a capacidade de idealizar e realizar as suas aulas fora do espaço das mesmas e utilizar espaços exteriores para um conhecimento mais real da actividade hoteleira e de restauração.

Chegamos a nós empregadores e os problemas começam pela falta de colaboradores para recrutar, pela falta de tempo para ensinarmos as regras e standard’s dos diferentes estabelecimentos e unidades.

Mas também durante quantos anos andamos a pagar salários baixos, a colocar de lado políticas de formação, a colocar em gaveta projectos de crescimento dos operacionais. Terá sido tudo por culpa da Economia e da Crise? Não terá sido antes: “Vamos primeiro aos números e cumprir o orçamento, depois logo se vê”.

Um elogio, uma palavra de atenção, um prémio, a promoção do mérito, devem fazer parte da cultura empresarial. A colocação de objectivos de venda e de qualidade, a formação de quadros médios e superiores para realizarem o acolhimento a novos colaboradores ou estagiários, não sobrecarregando deste modo o Departamento de Recursos Humanos; a definição de standard’s e políticas empresariais e entregar no dia 1 de um novo operacional.

Somos tão criativos e “desenrascados” que em algo tão simples e sem custos não conseguimos fazer maise melhor para motivar, promover e engrandecer as nossas equipas. Mas caso não tenham essa capacidade, perguntem como fazer

The last but not the least, operacionais da Hotelaria e restauração não vivam à sombra do êxito momentâneo, este é efémero. Busquem novas experiências, procurem novos desafios, queiram sempre mais e melhor. Lutem e arrisquem! Vão ver que no final compensa.

“Em geral, os Homens julgam mais pelos olhos que pela inteligência, pois todos podem ver, mas poucos compreendem ao que vêm”.

                                                                                                                                             Nicolas Maquiavel

P.S.: Relativamente ao título: "Não é boa pessoa, mas é um bom profissional! Não é uma coisa nem outra! Não podes ser bom profissional, se não fores uma boa pesssoa!


Luis Neto

0 visualização

(+351) 210 994 958

Avenida Álvaro Pais, 12D Lisbon Portugal 1600-007

  • YouTube
  • Pinterest

©2019 BY TH2